Revista Due

Fisioterapeuta desenvolve trabalho pioneiro e recupera autoestima de mulheres pós-parto em Alagoas

02/02/2017
society

Foto: reprodução

“Eu nunca tratei a estética como luxo. Para mim, não importa o que a pessoa é, e sim o quanto eu posso ajudá-la de forma que ela fique satisfeita e eu possa viver bem com o fruto do meu trabalho”. É com essa missão que a Dra. Michele Araújo traça as suas atividades em busca do pioneirismo em Alagoas. E conseguiu.

Recentemente, a fisioterapeuta se tornou a primeira profissional do Estado e uma das duas únicas profissionais do Nordeste capacitadas a aplicar um método que visa ajudar as mães na busca pela diminuição da cintura e retenção de gorduras sem procedimentos mirabolantes. Intitulado “Hipopressivo”, ele promove a correção corporal, estimula a capacidade respiratória e o fortalecimento do assoalho pélvico e também combate à incontinência urinária.

Na última semana, Michele viajou para São Paulo e se qualificou com um dos maiores especialistas da área em nível mundial: o uruguaio Jorge Vieira. Ela foi apresentada ao método por meio de um estúdio especializado em atividades físicas para gestantes e pós-parto, a “FitMommy”, através do professor Alexandre Alves, que é um dos maiores especialistas em atividades para gestantes no Brasil.

Agora, ela colhe os frutos da capacitação e já disponibiliza o serviço em toda Alagoas. A profissional defende a estética como transformadora de vidas e não como algo relacionado apenas à beleza. Natural de Petrolândia, Pernambuco, Michele começou atuando na sua cidade natal e depois abriu consultório em Arapiraca, aonde atualmente reside.

“Ao final do meu trabalho, tenho a sensação de dever cumprido e felicidade em poder transformar a vida das pessoas. Eu acredito que a autoestima é um fator decisivo para o sucesso: seja emocional, social ou até mesmo profissional. Uma pessoa segura e autoconfiante interage mais e é mais feliz”, falou.

“A MÃE PRECISA RETOMAR O SEU PAPEL DE MULHER NA SOCIEDADE”

Michele resolveu fazer fisioterapia depois que o seu avô sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e ficou com sequelas que comprometeram os seus movimentos. A escolha pela área de dermatofuncional se deu após o incentivo da própria mãe. “Descobri que a Fisioterapia era muito mais do que eu imaginava e que a reabilitação era apenas mais um campo de atuação. Me apaixonei pela possibilidade de ajudar pessoas e recuperar sua autoestima”, lembra.

 A sua paixão pela área gestacional, no entanto, surgiu após se tornar mãe. “Passei por uma gestação difícil e precisei ficar internada um mês. Admito que inclinei meus estudos e trabalhos para atender as mães, entendendo seus reais problemas e buscando resolvê-los”, disse.

“Percebi na pele que existe não só uma falta de atenção às necessidades da mãe, mas uma pressão por perfeição, que é cultural. Por todos esses motivos, nós temos uma missão de mostrar que a mãe precisa retomar o seu papel de mulher na família e na sociedade”, emendou.

Atualmente, ela oferta tratamentos corporais e serviços para gordura localizada, flacidez, estria e celulite. “Minha intenção é ajudar o maior número de pessoas, principalmente mães, por hora em Alagoas e Sergipe. Depois disso os próximos passos, a médio e longo prazo, são expandir meu trabalho para Maceió e Aracaju”, finalizou.